Download America Latina y El (Des)Orden Global Neoliberal: Hegemonia, by Jose Maria Gomez PDF

By Jose Maria Gomez

Show description

Read Online or Download America Latina y El (Des)Orden Global Neoliberal: Hegemonia, Contrahegemonia, Perspectivas (Coleccion Grupos de Trabajo de Clacso) (Spanish Edition) PDF

Best american studies books

American Generations: Who They Are and How They Live - 6th edition

Age is crucial indicator of way of life, picking academic attainment, family composition, hard work strength prestige, source of revenue, wealth, and spending styles. American Generations explores these types of parts so that you can fast and simply see the trends—without having to do the quantity crunching your self.

Americans at Work: A Guide to the Can-Do People

Even if you're employed with american citizens face-to-face, converse with them by means of phone or e mail, or have interaction jointly in a digital workforce, american citizens at paintings unearths the sophisticated and the not-so-subtle features of yankee tradition within the place of work. know about immediately speak, American kind, and the way american citizens aren’t consistently as direct as they are saying they're.

United States, Britain and the Transatlantic Crisis: Rising to the Gaullist Challenge, 1963-68 (Global Conflict and Security since 1945)

The best chance to Western harmony within the Nineteen Sixties got here no longer from a communist enemy yet from an best friend: France. De Gaulle challenged the dominance of the USA via bringing crises to the EEC and NATO and looking détente with the Soviet bloc. As this ebook indicates, the united states and Britain cooperated effectively to make sure that his plans didn't prosper.

The United States and the United Nations: Congressional Funding and U.n. Reform (Law and Society) (Law and Society)

Bongang unearths that the USA Congress decided the content material of United countries via a coercive investment procedure together with withholding dues till reforms have been carried out. The coercive investment laws, Helms-Biden, even supposing bipartisan, was once encouraged by way of rules from conservative coverage think-tanks.

Additional resources for America Latina y El (Des)Orden Global Neoliberal: Hegemonia, Contrahegemonia, Perspectivas (Coleccion Grupos de Trabajo de Clacso) (Spanish Edition)

Sample text

Um exame não muito profundo da natureza dos conflitos internacionais nos últimos quinze anos é suficiente para afirmarmos que eles não se inserem na dinâmica inter-estatal que é objeto das teorias convencionais. Mais do que isso, a natureza desses conflitos coloca problemas teóricos cuja resposta é, necessariamente, ética. Não me refiro apenas às questões mais comumente discutidas por teorias 49 América Latina y el (des)orden global neoliberal normativas, como justiça distributiva e exclusão social, mas igualmente a questões que têm estado no topo da agenda internacional -seja das políticas externas das grandes potências seja de organizações internacionais- desde, pelo menos, a Guerra do Golfo: intervenção humanitária, conflitos étnicos, genocídio, colapso e reconstrução de estados, padrões de legitimidade internacional; privatização da violência; terrorismo; tráfico de armas; destruição do meio-ambiente, para citar apenas os mais conhecidos (Frost, 1996).

51) Introdução A brutalidade e o horror da guerra total marcaram o nascimento da disciplina de Relações Internacionais. A reflexão sobre a relação entre nossa condição humana e os limites do uso da violência, contudo, já encontra na antigüidade clássica a contribuição eloqüente de Tucídides, para quem “a guerra é mestre da violência”(Tucídides, 1986). Na Guerra do Peloponeso Tucídides nos mostra como Atenienses e Espartanos tornam-se, com o acirramento do conflito, capazes de praticar crimes que atentam contra os princípios de justiça e prudência comuns no mundo helênico.

A segunda alternativa demanda uma mudança estrutural e busca reescrever o roteiro da globalização. À direita do cenário político, os ativistas e os intelectuais tentaram reafirmas as identidades com base na associação em comunidades religiosas, raciais, étnicas ou linguísticas, todas sujeitas às forças globais e frequentemente personificadas pelo imigrante, como a representação do Outro. Os movimentos baseados na religião reagiram drasticamente aos processos convulsivos da globalização, a eles atribuindo, em parte, a tendência a minar os valores da comunidade e rasgar o tecido social.

Download PDF sample

Rated 4.23 of 5 – based on 15 votes